Chuva de Premios para o Simples Expressão


Muito legal saber que o Simples Expressão foi contemplado com selinhos da blogoesfera. Fico muito contente. Obrigada meninas !!!! Prometo que por aqui não serão mais perdidos os selos recebidos. Guardarei-os com carinho em um espaço próprio. Bem, por enquanto darei um tempo dos blogs por causa das provas na faculdade. Mas logo retornarei. Beijos e obrigada pelos selinhos. Deixo para vocês, ao final, um lindo poema de Vinicios de Moraes.

 

Prêmios dados pela Renatinha. E ofereço os selinhos ofertados por Renata para as seguintes pessoas: Julie, Adão Braga, Luciana, Cintia, Carmen Neves

 

sorteselo-leila-diniz1 deBethde Adriana-Viajando no blog-2Blogger+del+diapra vc com carinhoumajoia

 

 

Premios dados pela Luciana, do Mensagens para o Coração. E ofereço os selinhos ofertados por Luciana para as seguintes pessoas:  Tatá, Mariposos, Julie, Adão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces.
Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto.
No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.
Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.
Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados
Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada.
Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado.
Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face.
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada.
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite.
Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.
Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço.
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos.
Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.

Vinícius de Moraes, in ANTOLOGIA POÉTICA.

4 comentários:

Pedro disse...

Passando para deixar um beijo e desejar sorte nas provas. Estude mesmo e muito.

beijão doce Flor de Lis

Tatá disse...

Vinícius tem algo que me deixa inebriada!

Agora, os selinhos...aí que fofa você...sempre se lembrando de mim!

Obrigada, flor!

Mega beijo

Julie disse...

A tua voz esta eternizada nas minhas memorias. Se nao te ouço diariamente, é o que me deixa feliz, porque te ouço em pensamentos.

Amei os selinhos, vou "tentar" coloca-los la no Poeiras, alias, tenho que ter tempo de fazer um belo curso disto, ou isto??

O batizado foi algo que me desmaia a contemplar tanta personalização hermetica.
Juro! Nunca mais conceber o SIM para tal fato. Nasci para ser mae, nao cumplice do que nao ceito.

bjks no seu coração. Força e paciencia nas provas.

mariposos disse...

boas provas , parabéns pelos selinhos vc merece :)

Postar um comentário

Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos.
(Oscar Wilde)