Solidariedade à Santa Catarina


"Eu não acredito em caridade. Eu acredito em solidariedade. Caridade é tão vertical: vai de cima para baixo. Solidariedade é horizontal: respeita a outra pessoa e aprende com o outro. A maioria de nós tem muito o que aprender com as outras pessoas."
( Eduardo Galeano
)

 

Dei uma passada no blog do Rayol e resolvi colaborar com o pedido de ajuda ao estado de  Santa Catarina que está sofrendo com a chuva, os constantes desabamentos, inundações.

Hoje de manhã, assistindo ao Bom Dia Brasil, pude perceber o quão grave está a situação nesse belissimo Estado do sul do país. As chuvas já deixaram mais de 75 mortos e mais de 44 mil desabrigados (informações atualizadas). No entanto, a tragédia pode ser maior devido existência de áreas isoladas (agora são oito cidades) e aos desabamentos nas rodovias e nas áreas mais criticas próximas a rios e encostas.

“Santa Catarina pede ajuda. Se puderem enviem roupas, remédios, colchões,  comida, água potável etc através da defesa civil de sua cidade/do seu município. Caso contrário, seja solidário e crie um grupo de arrecadação.”

Joinville-SC 22-11-08 (Rog%C3%A9rio da Silva)0,,15976894-FMMP,00 

Rayol divulga também o endereço da Defesa Civil de Santa Catarina, caso queiram entrar em contato.

Av. Ivo Silveira nº 2320 - Capoeiras - CEP 88085-001 - Florianópolis - SC
Fone: (48 4009 9816 | 3244 0600 - Fax: (48 4009 9877)
E-mail: dedccodec@ssp.sc.gov.br

3 comentários:

Paulo Tamburro disse...

REALMENTE TÁ FEIA A COISA POR LÁ. BELA INICIATIVA.PARABÉNS.

adaobraga disse...

Tomara que com a reconstrução, as famílias sejam beneficiadas, e que depois desta tormenta, a calmaria permita melhores condições a todos.

Renata Emy disse...

Nossa!

Por isso que digo e repito: O mundo tá acabando!!!

oO"

Beth, postei uns selinhos e indiquei tds meus novos amigos blogueiros... Vc tá na lista!
Me avise se vc não curte tá!

Bjs

Postar um comentário

Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos.
(Oscar Wilde)